FELP 22

Detalhes

Bio

Iniciando a sua carreira no cenário do rap aos 12 anos, Felp 22 cresceu em rodas culturais. Nascido na Guarda do Embaú - RS e criado no Rio de Janeiro, Felp sempre esteve envolvido com os movimentos urbanos, onde sempre carregou sua essência das ruas para a sua carreira artística. No ano de 2011 fundou o grupo Cacife Clandestino junto ao beatmaker Terror dos Beats, sendo assim, iniciando sua trajetória no rap nacional. Lançando o seu primeiro álbum em 2012, "Sonhos de Rua" junto ao Cacife Clandestino, emplacou os seus primeiros sucessos a níveis nacionais, "Ladra de Salto" (part. Luccas Carlos), "Beija-Flor" e "A Droga Que Eu Gosto" (part. Ari), acumulando mais de 70 milhões de players nas plataformas digitais e que se tornaram marcos na trajetória do grupo.

No ano de 2015 com o lançamento do single "Só Vitória", alcançou mais de 16 milhões de views. Logo, em 2016 junto ao grupo, o álbum "Conteúdo Explícito part 1" emplacou mais de 100 milhões de views no Youtube, se tornando o álbum mais aguardado por uma continuação pelos fãs. O álbum conta com os clássicos "Vilã" (Part. Luccas Carlos), "Eu e Você Contra o Mundo" (Part. Reis Do Nada) e "Só Me Ligar" (part. ConeCrew e Luccas Carlos). Além da sua carreira artística, Felp 22 passou a empresariar o DJ de trapfunk Wc no beat e juntos emplacaram o hit "Fuga" que possui mais de 22 milhões de views no Youtube. Além das faixas produzidas em conjunto, "Roda Gigante" e "Fortaleza". Se juntando ao time de artistas da Medellin Records, gravadora do artista, onde o produtor de TRAPFUNK passou a ter seus projetos também dirigidos por Felp 22. Sua parceria musical com o produtor seguiu em paralelo, o mesmo produziu o álbum "Mixtape Marginal" que veio a ser lançado no ano de 2017.

O projeto "Mixtape Marginal" possui mais de 90 milhões de views nas plataformas digitais. Que conta com os hits "Aquário" (part. Lolla Sales e Predella) com mais de 10 milhões de views, "Voando Alto" (part. Sain) e "Pirata das Estrelas". Em 2018 disponibilizou o álbum "Ouro Latino" que gerou grandes hits como "Medellin Gang" (feat. Xamã), "Mudei" (feat. Pelé MilFlows) e "Terapia" (feat Matuê), o disco possui mais de 70 milhões de streamings acumulados em suas 12 faixas.

Em sua carreira internacional, Felp 22 participou do camp Projeto Trapperz em Miami realizado pelo Spotify. Onde surgiram os sucessos "Tocando El Cielo" (feat. VICE MENTA) e "HBO" (MC Davo e Recycled J). Em 2018, lançou seu projeto solo "Marginais BoomBap 1" com os artistas, Orochi, PK, Predella, e Nog, acumulando mais de 7 milhões de views. Logo após dando continuidade ao projeto, lançou "Marginais Boombap 2" com Nabrisa, DK 47 e Spinardi, alcançando mais de 30 milhões de streamings. Além do seu último lançamento internacional "Trapperz" que conta com mais de 25 milhões de views no Youtube, juntamente com os artista: Duki, Rauw Alejandro (feat. MC Davo & Fuego).