GRiZ

Detalhes

Added By

15 Fãs

Bio

GRiZ tem reinventado e desconstruído a imagem da música eletrônica contemporânea há mais de meia década, fundindo elementos de funk, soul, dance, eletrônica e hip-hop com seu próprio estilo exuberante. Agora com o novo “GOOD WILL PREVAIL”, o DJ, produtor e saxofonista nascido em Detroit e radicado em Denver forjou seu trabalho mais sincero e pessoal até agora, unindo habilmente o eletrônico e o orgânico em singles como “Before I Go (Ft. Leo Napier)” e o sucesso “Good Times Roll (Ft. Big Gigantic)”. GRiZ trabalhou de forma genuína um set contagiante e de future funk por conta própria, voltando às batidas sintéticas esperadas da “EDM” para mostrar elementos humanos de seu talento único como artista.

“Isso é o que dá a esta música o seu caráter”, diz ele. “Isso é exatamente o que o projeto GRiZ representa”.

GOOD WILL PREVAIL é “um álbum que te encoraja a não desistir”, afirma GRiZ. “Estamos à beira de uma eleição presidencial louca, é como se nós estivéssemos olhando para o cano de uma arma. Eu tenho amigos que falam sobre se mudar para o Canadá, mas isso é a última coisa de que precisamos. Você não pode simplesmente desistir. Você não pode mudar o mundo se não tentar”.

Nascido Grant Kwiecinski, GRiZ cresceu em um local próprio para a inovação musical, abrangendo funk, soul, blues, rock n’roll e música eletrônica. Ele começou a tocar sax na escola primária, mas logo expandiu seu kit de ferramentas pessoais para incluir sets criativos de DJ. O ano de 2011 viu o lançamento de seu álbum de estreia, “END OF THE WORLD PARTY”, seguido em 2012 por “MAD LIBERATION” e, em 2013, por “REBEL ERA”, cada um digno de nota por trazer cada vez mais cheia de energia com future funk. Outros lançamentos incluem mixtapes e uma série de singles espetaculares – incluindo “A Fine Way To Die (Feat. Orlando Napier)”.

GRiZ começou a trabalhar em “GOOD WILL PREVAIL” em sua turnê bombante de “Say It Loud”, de 2015, sempre pensando nos detalhes no caminho das sessões de masterização no Uber. “Eu sou uma pessoa que está sempre criando”, diz GRiZ. “Sejam músicas ou vídeos, eu estou sempre fazendo coisas”.

Como seu antecessor – que ficou no #1 da iTunes Store em “Top Albuns Eletrônicos” – “GOOD WILL PREVAIL” foi escrito durante um intenso período de turnê. GRiZ e sua equipe foram vistos nos estúdios em todo país, desde seu quarto no Colorado até uma casa com vista para o Hollywood Hills.

GRiZ se une em “GOOD WILL PREVAIL” a um número de convidados brilhantes. A paixão insaciável de GRiZ pelo blues e pelas músicas de raiz é representada por parcerias com Leo Napier (no primeiro single, “Before I Go”) e com guitarrista ganhador do GRAMMY Award, Eric Krasno.

“GOOD WILL PREVAIL” é marcado pelas turbulências políticas e culturais que coincidiram com a sua criação, notável nas letras de “Can’t Keep Me Down (Ft. Tash Neal of The London Souls)”. A faixa é talvez a mais poderosa do álbum, uma manifestação musical em tempo real.

O multi-talentoso DJ e artista provou ser um dos mais populares showmen na atualidade, com shows lotados em grandes casas de espetáculos por toda a América, além de festivais como Coachella, Bonnaroo e Lollapaloooza.

Notável por seu ecletismo e surpreendente por sua rapidez, “GOOD WILL PREVAIL” promove a subida acelerada para um outro nível, ultrapassando os limites do seu próprio som original, e ao mesmo tempo renovando noções do que um artista pode ser na era moderna. Em curto prazo, o mais contemporâneo dos músicos pretende continuar simplesmente em seu caminho atual, ampliando seu conhecimento musical e alcance criativo, sempre impondo o funk adiante. Uma coisa é certa: GRiZ prevalecerá.

“Meus planos são os mesmos de sempre”, diz GRiZ. “Assim que esse estiver concluído, eu começo a escrever o próximo. Já tenho uma ideia do que quero fazer. Minha vida não está parando”.