Tove Lo

Detalhes

Added By

419 Fãs

Sat 3/25
8:15pm-9:15pm

Palco AXE

Bio

Tove Lo recorda vividamente sua primeira desilusão amorosa. O nome dele era Erik, e ele era de tirar o fôlego. “Eu me apaixonei por ele imediatamente”, diz ela. Mas como aprendemos em suas canções como “Habits (Stay Hight)”, romance é uma coisa complicada. Erik gostava dela apenas como amiga; Tove ficou desiludida. “Eu chorei muito depois disso”, afirma rindo. Detalhes: ela tinha apenas oito anos de idade.

Até hoje, os altos e baixos dos amores perdidos continuam a ser especialidade desta nativa de Estolcomo. Seu Segundo álbum, “Lady Wood”, navega profundamente nos afluentes do sexo e do amor, enquanto o seu título atrevido desbanca na hora seu apelido informal de “A Garota mais triste da Suécia”. “Quando as pessoas me encontram, elas ficam tipo ‘Oh, você está realmente feliz’", diz ela.

É verdade, porém, que Tove gosta de explorar o lado mais sombrio da vida. Primeiro single do álbum “Lady Wood”, “Cool Girl” foi inspirado pelo filme de suspense “Gone Girl” e contempla os vazios e ironias que afetam uma mulher pronta para iludir um homem. “Quando você cria, você tenta sair da sua zona de conforto”, diz Tove, que escreve suas próprias músicas e letras. “Não há problemas em estar chateado ou deprimido. Você vai escolher o seu próprio recuo. Não devemos ter tanto medo de nossas emoções”.

Para ter esse efeito, Tove trouxe um tsunami de hormônios, intimidade e pesar com sua estreia de platina de 2014, “Queen of the Clouds”. E ela conseguiu destilar essas emoções com uma sinceridade comovente.

“Lady Wood” expandiu seu antecessor, sendo mais conflitante, mais sutil, mais feminista. No mundo de Tove, humor e dores de cabeça são componentes essenciais da vida. O nome “Lady Wood” descreve bem o álbum, porque há muitas canções de paixão e atração.

Tove viaja com um pequeno estúdio – teclado, microfone, computador portátil – para estabelecer ideias sempre que der vontade. Enquanto estava em turnê com Katy Perry no final de 2014, esse processo foi interrompido depois que os médicos descobriram cistos em suas cordas vocais. “Foi intenso porque eu tinha que fazer reabilitação de voz após a cirurgia. Isso me fez pensar ‘Dane-se'! Esta é a única coisa que realmente me mantém com o sangue frio", afirma ela. “Eu estava prestes a enlouquecer depois de dois meses sem cantar”.

Como uma artista, Tove Lo é ousadamente inédita, se orgulha de estar reescrevendo as regras do pop. E há demanda para sua oferta. “A reação tem sido realmente incrível. Eu sinto apoio de um grande número de artistas e escritoras mulheres”, diz ela. “No início, eu pensava tipo ‘Ah, ninguém vai me notar’. Mas agora eu posso dizer que eu tenho um impacto. Meus fãs sentem como se pudessem se relacionar comigo. É um sentimento louco saber que você pode significar muito para alguém que você nunca conheceu. Na maioria das vezes, eles me contam suas histórias de término de relacionamento, e eu compartilho mais uma das minhas”.