Versalle: “O #LollaBR é uma oportunidade de descobrir coisas novas”

Confira o bate-papo exclusivo com o baixista Rômulo Pacífico

Rômulo Pacífico (no fundo, à esquerda) falou com exclusividade ao blog
Rômulo Pacífico (no fundo, à esquerda) falou com exclusividade ao blog

A trajetória da banda Versalle, que toca no segundo dia do #LollaBR2016, é uma atração à parte. O guitarrista Rômulo Pacífico conta um pouco dela e fala sobre os preparativos para o show no quinto Lollapalooza Brasil da história.

Como está a expectativa da banda para o Lollapalooza Brasil?
Está gigantesca. O Lolla é um festival com o qual nós temos uma ligação afetiva. Nós somos de Porto Velho e é bem longe de São Paulo, mas eu já vim três vezes para o Lollapalooza como espectador. Comprava ingresso, comprava passagem e isso já era emocionante. As melhores bandas que vi na minha vida, vi no Lolla. Eu já era músico e, mesmo como espectador já tinha aquela coisas de me imaginar tocando em um dos palcos. E depois que recebemos o convite não conseguimos mais nem dormir direito (risos).

A banda está preparando algo especial para este show?
Nós estamos montando o show que será apresentado na turnê de divulgação do nosso disco. A estreia será no Lolla.

Como vocês têm sentido a reação do público ao álbum Distante em Algum Lugar?
Para nós foi uma felicidade enorme. Foi a primeira vez tivemos a oportunidade de gravar com todos os recursos que queríamos, com instrumentos bons, suporte de produtores gabaritados, estúdios bacanas… conseguimos produzir um material que dá orgulho de dizer “este é o meu disco”. Estamos na ativa desde 2009 e compomos uma quantidade de músicas que nos permitiu escolher as que achávamos melhores, as que podiam resultar em um álbum mais coeso. Quem ouviu gostou e estamos focados em divulgar, inclusive já estamos finalizando o clipe do nosso primeiro single. O Lolla será muito importante para que mais gente conheça a banda.

Vocês vêm de um centro com muita música, mas com poucos artistas do estilo de vocês, com pouco rock. Vocês acabam sendo uma espécie de bandeira do rock em Porto Velho, em toda a Região Norte. Depois que vocês apareceram nacionalmente no programa Superstar, como foi a recepção na cidade de vocês, o que mudou?
Uma das maiores surpresas que tivemos foi a força como a cidade se mobilizou a nosso favor. Rondônia é um estado novo, muito miscigenado, e faltam bandeiras para a população erguer e dizer que se orgulha. Quando surgem notícias sobre o estado na mídia nacional infelizmente são sobre assuntos não muito agradáveis, como falta de saneamento, corrupção política… então quando a galera viu Rondônia ganhando destaque por algo positivo, no caso a banda, todo mundo apoiou e vestiu a camisa. Cada vez que a gente aparecia no programa parecia final de Copa do Mundo, o pessoal se reunia na casa de amigos, nos bares, para torcer e votar, foi uma loucura. Quando saímos de lá, só quem nos conhecia era o pessoal do underground. Quando voltamos, todos sabiam quem éramos, fomos até parabenizados pelo governador do estado e recebemos menção honrosa na assembleia legislativa.

Desta vez você vem para se apresentar com a Versalle, mas vai sobrar um tempinho para curtir o festival como nos velhos tempos, como espectador. Que shows você está a fim de ver esse ano?
Com certeza é o Alabama Shakes, que toca o mesmo dia que nós (domingo). Eu vi quando eles vieram na edição de 2013, mas agora eles estão em outra fase da carreira, vêm como headliners e recentemente ganharam vários Grammys – merecidamente, pois o disco (Sound & Color) ficou muito bom. Também queremos ver Tame Impala, Noel Gallagher, Albert Hammond Jr. O lineup deste ano está mais diversificado do que nunca e isso é muito bom.

Para finalizar, manda um recado para os fãs do Lolla, para o pessoal que vai ver o Versalle e também para quem não conhece e será apresentado à banda.
Aproveitem o festival em sua totalidade. Existe ansiedade para ver os headliners, mas o Lolla também é uma oportunidade de descobrir coisas novas e de valorizar os artistas nacionais. E assistam o show da Versalle, estamos preparando algo muito especial.

This article was posted on setembro 23, 2016